Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Somos todos normais, até termos filhos!

Aquele que já foi o Blogue da Mafalda | Por Ana Fagundes Lourenço

Somos todos normais, até termos filhos!

Aquele que já foi o Blogue da Mafalda | Por Ana Fagundes Lourenço

Às educadoras da minha filha: Obrigada!

18.06.19, Ana Fagundes Lourenço

Existem dois tipos de crianças: As que ficam em casa e as que frequentam colégios/infantários/etc.

Qual a melhor forma de educar fica ao critério de cada pai/mãe. Todos nós amamos os nossos filhos, mas a vida é feita de escolhas e, acredito, cada um opta pelo que pensa ser melhor para a sua família.

Quando inscrevemos os nossos filhos num colégio, não estamos apenas a ficar umas centenas de euros mais pobres. Estamos a confiar o nosso bem mais precioso a terceiros. E isso suscita dúvidas e medos.

No que respeita ao colégio da Mafalda, só tenho o melhor a dizer. Elas mimam, fazem as vontades, são cruciais no bom desenvolvimento da minha filha, elas tranquilizam-me SEMPRE que a Mafalda faz uma birrinha porque se lembrou que não queria ir para o colégio. Vão com ela à cozinha para se distrair e parar de chorar, dançam, levam-na à janela para "ver barcos", fazem trinta por uma linha! Preparam festas que nos deixam encantados e, acima de tudo, estimam os nossos filhos. Como sei que a Mafalda ADORA estar lá? Tem dias em que não quer vir para casa. 

Quando a Mafalda se ressentiu com a ausência do pai, por motivos de trabalho, as educadoras tentaram compensar. Quando a Mafalda fez uma birra descomunal, porque tinha dormido pouco, a senhora dos serviços gerais é que me ajudou a sentá-la no carro (e outras tantas vezes a vestir o casaco). Quando a Mafalda descobriu umas sandálias cor-de-rosa e quis calçá-las em pleno mês de Janeiro, as educadoras e auxiliares ensinaram-na a desfilar como se estivesse numa passarelle.  E são essas coisas que nos enchem o coração e nos deixam felizes. Porque não há dinheiro que pague a atenção, a estima e o amor que essas mulheres têm pelos nossos.

Sexta-feira temos a festa de final de ano lectivo e é altura de dizer: A todas as que estiveram envolvidas no processo educativo da minha filha, obrigada!