Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Blogue da Mafalda

Somos todos normais, até termos filhos! | Por Ana Fagundes Lourenço

O Blogue da Mafalda

Somos todos normais, até termos filhos! | Por Ana Fagundes Lourenço

Hey there! Long time no see.

21.07.21, Ana Fagundes Lourenço
Muitos se questionam se devemos voltar a um lugar onde fomos felizes. Há quem defenda que sim, outros o contrário, sob pena de se entrar numa frustração de grandes dimensões. Ando há dias a matutar se valerá a pena regressar aos blogues, até porque ando em outras plataformas, por motivos pessoais e profissionais. Ando demasiado ocupada com um mestrado que teimo em não terminar e, mais recentemente, em recuperação de um acto médico a que me submeti.  Mas depois penso no (...)

Dia Internacional da Mulher

08.03.21, Ana Fagundes Lourenço
É mesmo necessário assinalar o dia da mulher? - É preciso falar no dia da mulher, enquanto as mulheres (mesmo com mais escolaridade) entrarem no mercado de trabalho em piores condições que os homens: salários mais baixos, mais precariedade, etc; - É preciso falar no dia da mulher, enquanto as responsabilidades parentais recaírem na sua maioria em cima das mães; - É preciso falar no dia da mulher, enquanto passar a roupa a ferro for considerada tarefa dela, porque o homem "não (...)

Covid, senhores, que não se fala de outra coisa!

08.02.21, Ana Fagundes Lourenço
Estamos de volta! Ainda que com um mês de atraso, gostaria de desejar um feliz 2021 a todos, apesar de já termos percebido que continua a mesma treta. Muito se tem passado neste país nas últimas semanas: Covid, SNS estourado, ajuda externa, confinamentos e cercas sanitárias. Sim, estamos saturados desta pandemia, mas temos de manter os cuidados sob pena da coisa descambar...ainda mais. Irrita-me sobremaneira a mentalidade do português: Por um lado temos os negacionistas. Aqueles (...)

Complexo de Electra

São tantas e tão seguidas, que estou à beira de um ataque de nervos!

27.08.20, Ana Fagundes Lourenço
Falta muito para a Electra ir embora?

Fomos campistas por 24 horas

27.08.20, Ana Fagundes Lourenço
Era o nosso 11º aniversário e o homem quis assinalar de forma especial. Saímos de casa com a casa enfiada no porta-bagagens do carro e fizemo-nos à estrada enquanto almoçávamos fast-food, que é sempre bom para a saúde. Fomos pelo mato, como se diz nas ilhas, e fiquei espantada com a beleza desta terra. Quem diz que os Açores são dos melhores destinos turísticos do mundo sabe do que fala. Fomos até à outra ponta da ilha, que quanto mais longe melhor. Não fazíamos a menor (...)

Sobre os da linha de trás

Aqueles de quem não se fala

25.08.20, Ana Fagundes Lourenço
De madruga, mais precisamente à 1h26, acordei com o telemóvel a vibrar. Era uma SMS a informar-me do resultado negativo ao teste covid. O terceiro feito desde que regressei ao serviço. Medidas preventivas que, apesar do incómodo, são de louvar. Numa altura em que se voltaram a registar casos positivos na Região Autónoma dos Açores, é bom receber este resultado! Mas aquela sms deixou-me a pensar: Numa altura em que tanto se fala em linha da frente, considero injusto não se falar (...)

A presença dos pais nas redes sociais

Longe vão os tempos em que navegávamos à vontadinha pelo mundo virtual

11.08.20, Ana Fagundes Lourenço
Olá!!! Parece que as férias já terminaram e agora tenho de trabalhar. Uma canseira, bem sei. Mas o que me traz hoje aqui é um assunto delicado, mas que urge discutir. E falo do quê? Da presença dos nossos pais nas redes sociais. Alguém tem de falar sobre isto pessoal! Antes de mais, é preciso contextualizar as coisas. Sou dos anos 80. Utilizei o emule e o messenger. Sou do tempo em que ou se falava ao telefone, ou se usava a internet. Passei horas no mIRC e escrevi vezes sem conta (...)