Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Blogue da Mafalda

Somos todos normais, até termos filhos! | Por Ana Fagundes Lourenço

O Blogue da Mafalda

Somos todos normais, até termos filhos! | Por Ana Fagundes Lourenço

Começaram as aulas!

E a nossa Mafi entrou para o primeiro ano

13.09.22, Ana Fagundes Lourenço
Ontem foi o primeiro dia de aulas da minha Mafalda. Neste dia, ficou apenas até ao meio-dia e as actividades passaram por conhecer os cantos à casa (como quem diz "escola") e fazer umas brincadeiras. Ela adorou! Tirámos a fotografia da praxe em frente à escola e, pela primeira vez, enviei algo por e-mail à minha filha! OMG! Sim, a Mafi tem e-mail, ainda que totalmente controlado por mim, que com a segurança não se brinca. Mas estava eu a dizer, ontem foi a brincar, hoje começa a (...)

O dia em que percebemos que a nossa filha era vítima de bullying

Acima de tudo, temos de estar SEMPRE atentos

08.09.22, Ana Fagundes Lourenço
No início do ano lectivo 2021/2022 a Mafalda mudou de colégio. Deixou o seu grupo de amigos, as educadoras de que tanto gostava e teve de se adaptar a uma nova realidade. Felizmente, e sei que sou suspeita, a Mafalda é uma menina dócil, embora tímida, empática e muito bem comportada. Sim, tem as suas coisas e os seus dias, afinal não é um peixe nem nada que se lhe pareça, mas pelo que vejo - e acreditando no que as educadoras me dizem - é muito bem comportada. Ora, com essas (...)

Pari outra vez. E foi duro...

Se o primeiro parto foi difícil, este ultrapassou todos os limites!

27.06.22, Ana Fagundes Lourenço
Olá! Estou de volta, quer dizer...mais ou menos! É que uma pessoa começa a escrever, mas nunca sabe se chega ao fim, porque a mais recente aquisição da família grita quando menos se espera. E pronto, como o título sugere, pari outra vez. Mais uma menina, de seu nome Frederica. E nasceu quando? Dia 9 de Maio, dia da Europa, que aqui não se faz por menos.  Pois bem, estava eu já enorme e fartinha de estar grávida (começa a ser hábito) quando decidi começar a fazer caminhadas (...)

Quando digo que o tempo voa, é porque voa mesmo!

Gravidez que passa num piscar de olhos.

04.02.22, Ana Fagundes Lourenço
Ainda me recordo do dia em que decidi fazer o teste de gravidez. Já ia em vários dias com muito sono, alguns enjoos e muita tensão mamária. Trabalhar tornou-se difícil, muito difícil, e nada "normal". Era Sábado, período de campanha eleitoral para as autárquicas de 2021. Depois da aula de ballet, fui com a minha filha a uma loja e pedi um teste de gravidez digital. Isto de procurar linhas não é para mim, gosto de coisas claras! Chegadas a casa, era hora de fazer o dito (...)

2021 a terminar

Vamos fazer uma pequena reflexão sobre o ano que agora termina?

18.12.21, Ana Fagundes Lourenço
Tenho sido muito pouco assídua neste blogue. Já mencionei mais do que uma vez que fico triste por não dedicar a este cantinho tão especial o tempo que merece. A Mafalda, o motivo da criação deste blogue, está a crescer demasiado depressa. Caiu-lhe o primeiro dente no dia 11 de Dezembro de 2021, curiosamente o dia do espectáculo de dança. Estamos a poucos dias do Natal, que este ano será passado na Terceira, e a verdade é que gosto de fazer uma pequena reflexão no mês de Dezembro.

Hey there! Long time no see.

21.07.21, Ana Fagundes Lourenço
Muitos se questionam se devemos voltar a um lugar onde fomos felizes. Há quem defenda que sim, outros o contrário, sob pena de se entrar numa frustração de grandes dimensões. Ando há dias a matutar se valerá a pena regressar aos blogues, até porque ando em outras plataformas, por motivos pessoais e profissionais. Ando demasiado ocupada com um mestrado que teimo em não terminar e, mais recentemente, em recuperação de um acto médico a que me submeti.  Mas depois penso no (...)

Dia Internacional da Mulher

08.03.21, Ana Fagundes Lourenço
É mesmo necessário assinalar o dia da mulher? - É preciso falar no dia da mulher, enquanto as mulheres (mesmo com mais escolaridade) entrarem no mercado de trabalho em piores condições que os homens: salários mais baixos, mais precariedade, etc; - É preciso falar no dia da mulher, enquanto as responsabilidades parentais recaírem na sua maioria em cima das mães; - É preciso falar no dia da mulher, enquanto passar a roupa a ferro for considerada tarefa dela, porque o homem "não (...)

Covid, senhores, que não se fala de outra coisa!

08.02.21, Ana Fagundes Lourenço
Estamos de volta! Ainda que com um mês de atraso, gostaria de desejar um feliz 2021 a todos, apesar de já termos percebido que continua a mesma treta. Muito se tem passado neste país nas últimas semanas: Covid, SNS estourado, ajuda externa, confinamentos e cercas sanitárias. Sim, estamos saturados desta pandemia, mas temos de manter os cuidados sob pena da coisa descambar...ainda mais. Irrita-me sobremaneira a mentalidade do português: Por um lado temos os negacionistas. Aqueles (...)